Conheça alguns de nossos escritores

Aristides Almeida Rocha

José Felicio Ribeiro De Cezare

Aristides Almeida Rocha

image453

ARISTIDES ALMEIDA ROCHA


  • Professor Titular e Emérito da Faculdade de Saúde Pública - USP.
  • Membro da Academia de Ciências do Estado de São Paulo (ACIESP).
  • Membro do Panathlon Club São Paulo.
  • Membro do Memofut - Grupo Literatura e Memória do Futebol.
  • Sócio Torcedor do São Paulo Futebol Clube.
  • Diversos livros publicados.


Márcio Martelli

José Felicio Ribeiro De Cezare

Aristides Almeida Rocha

image454

  MÁRCIO MARTELLI é um contador de histórias e escritor de livros nascido em Jundiaí, no estado São Paulo, Brasil, no ano de 1968. É um guardião da palavra e da memória cultural da sua contemporaneidade. Membro efetivo da AJL - Academia Jundiaiense de Letras. Mestrando pela UNICAMP em Ensino e História de Ciências da Terra, no Instituto de Geociências. Editor de livros com mais de 700 títulos produzidos. Participou, lançando livros, palestrando e contando histórias de diversas Bienais Internacionais do Livro em seu país. Participou da Feira Internacional do Livro de Lisboa (2011), onde lançou o seu livro Momentos imprecisos na precisão das horas, obra em que declara seu amor a Portugal. Publicou mais de 40 livros, entre eles: Selfie: autorretrato (2014); Canta que eu Conto (2010) e Sangue: literatura e outras loucuras (2008). Zeca, o sapinho solitário (2009), foi seu marco inicial na literatura infantojuvenil. Em seguida, lançou: Eu tenho duas mães; A menina que queria ser borboleta; O casamento do Zeca; O homem que falava com as formigas; Onde mora o amor; O Bum do Rá-tim-PUM!; As aventuras da Corujinha Ivanira; A princesa que era gordinha; Ê ê ê, prendi um Saci-Pererê, O dia em que a Iara pegou piolho; Zeca Sapo, um super-herói diferente; Zequiel, o homem que contava histórias e O menino que tinha todas as respostas... mas não sabia o que era o amor; entre outros. É coautor do livro, ao lado do artista português Roque Gameiro (1864-1935, Lisboa) de Lisboa Intemporal – 100 imagens do último século (1910 a 2010) – Uma visão artística e fotográfica (2011), também lançado em Portugal pela Editora Padrões Culturais. Em 2016, lançou na 86ª Feira do Livro de Lisboa e no Espaço T (Sala Unesco), na cidade do Porto, o livro: Toda Pessoa deve ir a Lisboa, onde percorre, ao lado de Fernando Pessoa revivido, as ruas e os monumentos de Portugal. Em 2017, lançou na 87ª Feira do Livro de Lisboa, os livros: Fora de mim, perto do céu e D´além-mar (coautoria com Jefferson Dieckmann). Em agosto/setembro de 2017, lançou na I FLIVI – Festa Literária de Vinhedo (onde foi o organizador e curador), o livro Tudo é sentimento - Poesias. Em 2018, publicou Pessoinha – Fernando Pessoa para crianças que foi lançando na 88ª Feira do Livro de Lisboa. Em 2019, organizou e participou (em parceria com Jorge Trigo) de diversos lançamentos em Portugal. Na 89ª Feira do Livro de Lisboa, lançou o livro Pessoinha 2 – Revisitando Fernando Pessoa para crianças e Encontro Além-Mar Brasil e Portugal antologia que organizou com a participação de 68 escritores realizando assim o intercâmbio entre os dois países. Na Academia Portuguesa de Poetas lançou o livro Na solidão das palavras eu me encontro. Ao lado de João Pinto e Jorge Trigo é coautor do livro Um Eléctrico chamado desejo... de conhecer Sintra que conta a história da linha de comboio que liga Sintra até a Praia das Maçãs, um patrimônio da humanidade tombado pela UNESCO.


www.facebook.com/marcio.martelli2 

(página: A poesia de Márcio Martelli)


Contato: marciomartelli05@gmail.com

José Felicio Ribeiro De Cezare

José Felicio Ribeiro De Cezare

José Felicio Ribeiro De Cezare

image455

  JOSÉ FELICIO é poeta, escritor, pesquisador, ilustrador e leciona História e Filosofia na rede pública e particular do Estado de São Paulo. É autor de Uma Poética Política e Uma Poética Política II: O engodo da alegria e outros protestos, publicadas pela In House. Membro efetivo da Academia Jundiaiense de Letras. Mestrando em Ensino e História de Ciências da Terra - Unicamp. Integra o Coletivo de Escritores da APEOESP. É o idealizador e curador da exposição Mais África na Escola, levando as obras de arte dos alunos a serem expostas no Museu Histórico e Cultural de Jundiaí e no Poupatempo, entre outros. É o organizador e orientador do livro Agora é a nossa voz: o que temos para dizer volumes I e II, obras escritas pelos seus alunos. Responsável pela exposição Ao vosso trabalho, a nossa gratidão, homenageando os trabalhadores de ontem e hoje. É criador do blog memorifique

onde publica seus raciocínios de forma livre. 


Contato: jfdecezare@hotmail.com

Conheça alguns de nossos escritores

Renata Iacovino

Ivanira de Souza Lima Dadalt

Ivanira de Souza Lima Dadalt

image456

  Natural de Jundiaí/SP, escritora, poeta, compositora e cantora.


Livros publicados:

  •   Ilusões Amanhecidas (1996)
  • Poemas de Entressafra (2003)
  • Missivas (2006), em parceria
  • Ouvindo o silêncio (2009)
  • OLHAR Diverso (2009), em parceria 
  • Música, Poesia e outros Baratos (2012)
  • Ocasos e Renasceres (2013)
  • Gotas de impermanência (2019)


CDs lançados:

  • 1 Rumo (1999) 
  • Igualdiferente (2001)
  • uniVerso enCantado (2007) - CD/livro infantil, em parceria
  • De grão em grão (2009)infantil, em parceria
  • Aprender e brincar (2010) – cAntação de história – infantil, em parceria 
  • inVERSO (2010), em parceria
  • translúdico (2015), em parceria


Organizou os livros:

  • 1ª Olimpíada de Redação – Ano 2005/Os 35 anos da Biblioteca Pública Municipal Prof. Nelson Foot Jundiaí-SP
  • Antologia – Encontros de Defesa do Consumidor do Estado de São Paulo – 25 anos (2009)
  • 35 anos do Procon/SP(2011)


Articulista de veículos de comunicação, 

premiada em concursos literários e também jurada de concursos literários.

Participa de antologias e coletâneas diversas. 

Membro do Grêmio Cultural Prof. Pedro Fávaro e da Academia Jundiaiense de Letras,

 para a qual compôs o Hino.

Atuou como revisora.

Uma das idealizadoras da CircuitoTeca,

 uma biblioteca itinerante e gratuita.

Uma das fundadoras da Confraria Japi de Haicai

 e do Jornal Literário CAJU – saboroso e independente.

Idealizou e ministrou oficinas

 lítero-musicais, em parceria.

Criou e executou, em parceria, o projeto 

de artes visuais e literatura “Galeria Literária”,

 em versões para público adulto e infantil.

Realizou, em parceria, 

o projeto “O que será o sarau?”.

Formada em Ciências Sociais pela PUC-SP.


reiacovino@yahoo.com.br.br

Ivanira de Souza Lima Dadalt

Ivanira de Souza Lima Dadalt

Ivanira de Souza Lima Dadalt

image457

  Ivanira de Souza Lima Dadalt é poeta e prosadora, com participações em antologias no Brasil e no Exterior. 

  • É autora das obras: Desenhos da Vida (2003) e Motivos (2010). 
  • É coautora de Viagens (2008), que foi produzido em uma feliz parceria com Márcio Martelli e Sônia Cintra. Contém as poesias de Ivanira sobre Copenhague, as de Márcio sobre Firenze e as de Sônia sobre Portugal.
  • Possui formação superior: licenciatura plena em Letras Clássicas pela USP e Pedagogia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Plínio Augusto do Amaral, de Amparo/SP; pós-graduação em Supervisão Escolar 1º e 2º Grau, na UNINOVE/SP.
  • É membro efetivo e Patrona de Cadeira nº 21, na AFLAJ. 
  • É verbete em dicionários de Literatura; no Dicionário de Poetas Contemporâneos, de Francisco Igreja, no Rio de Janeiro; e na Enciclopédia Cultural De Paula, volume I, da Editora Literarte, em Jundiaí.
  • Colaborou nos Anos IV-1974 e VI-1976 na Revista Littera, da Grifo Edições Ltda, no Rio de Janeiro, sob a direção de Evanildo Bechara, professor titular e emérito da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e membro da Academia Brasileira de Letras.
  • Com uma poesia de sua lavra, selecionada por uma Comissão de Leitura Internacional, foi convidada pelo editor Giovanni Campisi e participou das antologias Athena e Planetaria, publicadas pela Edizioni Universum, em Trento (Itália), respectivamente em 1996 e 1997. 
  • Participou da 14ª, 15ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo com a obra Desenhos da Vida e páginas de sua autoria, inseridas em antologias da Editora Scortecci/ SP; e também da 20ª e 21ªBienal de São Paulo com os livros Motivos, Viagens e antologias da Editora In House. 
  • Com haicais e a crônica “Nostalgia” publicados na antologia Escritores Brasileiros/ Editora In House, também fez parte da Feira Internacional do Livro, que aconteceu em Lisboa, em 2016.
  • Sua crônica “O terraço” foi escolhida por uma Comissão Municipal de Literatura da Secretaria Municipal de Cultura e integrou o livro Memórias, em 2009, publicado pela Prefeitura de Jundiaí.
  • Divulgou textos em prosa e verso, em antologias, revistas e agendas literárias de várias Editoras, com destaque para: Escritores & Escritoras de Ouro 91 (Litteris Editora/RJ (1992), Cascata de Versos (Editora Pirilampo, Petrópolis,1987), O Amor na Literatura (Litteris/ RJ, 1991), Oficina Cadernos de Poesia/ RJ (anos 1992 a 2003), Revista Argila, da Academia Petropolitana de Poesia Raul de Leoni/RJ (2004).
  • Dentre as da Editora In House: Sempre é tempo de Natal (2005), Retratos da sala de aula (2007), Nossas Mulheres 2 (2008), Nossas Mulheres 3 (2009), A poesia que mora em mim (2016), Supermulheres (2018) e Encontro d’Além-mar: Brasil-Portugal (2019).

Evelyn de Assis

Ivanira de Souza Lima Dadalt

Evelyn de Assis

image458

  • Evelyn de Assis nasceu em Jundiaí, onde mora atualmente.
  • Desde criança o universo da arte acompanha seus passos.
  • Formada em Educação Artística.
  • Resolveu transformar em desenhos alguns fatos do seu trabalho como professora.
  • Concluiu sua pós-graduação com as ilustrações do seu livro de estreia: "Amelie".
  • Em 2015, construiu o Ateliê Gerbera Rosa, que gerou uma página no Instagram, onde compartilha seus trabalhos e de seus alunos.
  • Hoje trabalha em escolas com diferentes métodos de ensino, tem alunos particulares e realiza seus trabalhos pessoais em seu ateliê.
  • A personagem Amelie tornou-se querida pelos seus alunos e virou cartela de adesivos para bullet journal e canecas.

Jorge Trigo

João Carlos José Martinelli

Evelyn de Assis

image459

 Jorge Trigo é licenciado em História e 

Mestre em História Regional e Local. 

Tem organizado e participado em várias

 iniciativas relacionadas com o Fado. 


Sobre Ercília Costa, o autor escreveu três artigos: 

  • Ercília Costa – Uma Musa do Fado no Universo Sintrense, in “Vária Escrita” nº. 11, Cadernos de Estudos Arquivísticos, Históricos e Documentais, Câmara Municipal de Sintra, 2004.  
  • Perfis sintrenses – Ercília Costa, in “Sintra Regio-nal”, nº. 3, de julho/agosto de 2004. 
  • Uma ilustre associada dos Bombeiros de Agualva-Cacém, Secção “História dos Bombeiros”, Jornal Bom-beiros de Portugal, agosto de 2004.
  • Participou, divulgando Ercília Costa, em 2010, na 1ª emissão do programa “No Ar por Toda a Parte” – Nos 75 anos da Rádio, de Jaime Fernandes, na Antena Um. 
  • Publicou em 2013 o livro Ercília Costa – Sereia Peregrina do Fado, Editora Fonte da Palavra, Lisboa, com ampla divulgação na Comunicação Social, tendo sido distinguido com o Prémio Amália (Edição Lite-rária) 2014, atribuído pela Fundação Amália Rodrigues. Em 2015 foi publicada a 2ª. Edição, pelas Edições Fénix, Lisboa. Nesse mesmo ano foi editado o Livro-Cd Memória do Fado - Ercília Costa, Editora Tradisom, Coleção: Memórias do Fado, cujo texto é de sua autoria.
  • Possui a Medalha de Mérito Municipal, Grau Ouro, Secção Cultura, da Câmara Municipal de Sintra, Portugal, o Diploma de Honra ao Mérito Cultural da Ordem dos Músicos do Brasil, OMB, secção São Paulo, 2015, o Diploma de Gratidão da Editora Matarazzo, do Brasil, 2015 e o Diploma de Reconhecimento da Editora In House, Brasil, 2017.
  • Em 2017 participou no livro Meu Pai foi Ferroviário 9º volumeMemórias dos trabalhadores da estrada de ferro – Brasil – Portugal, editado pela In House. Nesta obra foi o coordenador do volume, um dos autores dos textos, o selecionador das citações e um dos pesquisadores.
  • Foi um dos autores dos livros Nossos Amigos Animais, 2017, e Supermulheres, 2018, ambos editados pela In House.
  • Em 2018 foi publicada a 1ª. Edição do seu livro O Fado e Ercília Costa no Brasil, da editora In House que, nesse mesmo ano, lhe atribuiu o Diploma de Agradecimento com o título de Embaixador Cultural da Editora em Portugal. Também nesse ano participou nos livros Meu Pai foi ferroviário, 10º. volume e Meu Presente Inesquecível, ambos da mesma editora.

João Carlos José Martinelli

João Carlos José Martinelli

João Carlos José Martinelli

image460

João Carlos José Martinelli é natural de Jundiaí. Casado com Ivone Maria Orsini Martinelli. 

É advogado, jornalista profissional e professor universitário. Formado em Direito em 1977 

pela Pontifícia Universidade Católica de 

Campinas (PUCC) na qual também concluiu mestrado em Direito Processual Civil. 


  • É membro do Instituto Brasileiro de Direito de Família e, na Faculdade de Direito do Centro Universitário Pe. Anchieta de Jundiaí, é professor de Direito Comercial. 
  • Em 1999 foi homenageado pelo Supremo Tribunal Federal, tendo recebido do então Presidente Min. Carlos Mário Velloso um exemplar com capa personalizada da Constituição da República Federativa do Brasil, com seu nome gravado em relevo. 
  • Foi um dos membros fundadores da Academia Jundiaiense de Letras Jurídicas.
  • Integra a Academia Jundiaiense de Letras. 
  • Foi vice-presidente da 33ª Subseção da OAB JUNDIAÍ para o biênio 1993/94, tendo sido presidente em exercício, por diversas vezes. 
  • Tem artigos publicados em diversas revistas jurídicas, jornais de todo o país e é autor de vários livros, entre os quais, O Sentimento de Justiça (2000), requisitado pela Biblioteca da Faculdade de Direito de Harward, EUA.

Caetano Imbo

João Carlos José Martinelli

João Carlos José Martinelli

image461

Sou Caetano Imbo

Nasci dia 20/11/1983 

em Guiné-Bissau, de nacionalidade 

guineense, casado.  

  • Bacharel e Licenciado em Letras – Português pela USP.
  • Falo Português, 
  • Balanta e Criolo.
  • Sou professor, artista plástico e escritor. 
  • Resido em São Paulo/SP.
  • Atualmente sou funcionário do Instituto da Psicanálise Lacaniana - IPLA.